top of page

Estão abertas as inscrições para os cursos de Violino e Bateria, que serão ministrados na Casa Semifusa. Estes cursos possuem um valor de contribuição, pois são ofertados por parceiros que utilizarão a estrutura da casa para as aulas. Contudo, prezamos por valores sociais, visando facilitar o acesso à cultura e arte aos moradores e moradoras de Ribeirão das Neves.


Violino: R$ 50,00 por aula com professor Kleber Mendes

Bateria: R$ 50,00 por aula com professor Zaga Batera


Para o curso de Violino é necessário possuir o instrumento, que deverá ser adequado para a idade e tamanho do aluno(a).


**Dias e horários:


Violino - Quinta-feira, de 18h às 20h.

Bateria - Segunda-feira, de 19h às 21h.


Quem pode participar?

Qualquer pessoa a partir de 8 anos para violino e 12 anos para bateria, que tenha tomado duas doses da vacina contra Covid-19. A comprovação será feita no primeiro dia de aula por meio do cartão de vacinação.


A formação das turmas está condicionada à capacidade de lotação dos espaços físicos, levando em consideração a pandemia de Covid-19. Além disso, as precauções habituais serão tomadas; uso de máscara e higienização com álcool em gel.


Inscrições aqui: https://forms.gle/LBC3YE3RF9HSewyv6






29 visualizações0 comentário

Atualizado: 7 de abr. de 2022

O Empório das artes e CEPI em parceria com a Casa Semifusa preparou uma sequência de atividades formativas em Economia Solidária, Artes e Artesanato. O público-alvo são artesãs e artesãos iniciantes ou experientes, ou pessoas interessadas em conhecer a economia solidária, como uma forma alternativa de gerar trabalho e renda e que tenham acima de 16 anos. Confira os cursos:


1. Oficina 1: Fortalecimento da Economia Solidária

Dias: 18 de abril (segunda-feira) e 9 de maio (segunda-feira)

Horário: 14h às 17h


O que é Economia Solidária? E o que preciso pensar e saber para produzir e gerar renda com autonomia, solidariedade e preservando o meio ambiente? Como posso dar preço ao meu produto? Como cuidar da qualidade do produto? Onde e como comercializar e como comprar mais barato o que preciso?


2. Bordado Livre

Dia: 20 de abril (quarta-feira)

Horário: 14h às 17h


A proposta aqui é bordar os pontos básicos em uma mandala, que poderão reproduzidos em vestuário, roupa de cama, mesa e banho.


3. Bordado em chinelos

Dia: 27 de abril (quarta-feira)

Horário: 14h às 171h


Os envolvidos poderão aprender a técnica que decora chinelos de borracha.


4. Bordado e arteterapia

Dia: 30 de abril (sábado)

Horário: 14h às 17h


5. Brincos artesanais

Dia: 4 de maio (quarta-feira)

Horário: 14h às 17h

Nesta atividade, os participantes poderão aprender a fazer brincos utilizando fundo de latinhas de cerveja ou refrigerante revestido com tecido colorido. Cada participante deverá levar 2 latinhas e uma tesoura.


6. Arte com papel

Dia: 7 de maio (sábado)

Horário: 14h às 17h


Esta oficina propõe a confecção de embalagens tipo sacolinhas e caixinhas para presente, utilizando caixa de leite, panfletos, revistas e outros papéis. Cada participante deverá levar tesoura, papel de presente usado e revistas.


Para fazer a inscrição, acesse o link: https://forms.gle/sEqHT5H5B9gYLm6Q9


Todas as oficinas serão realizadas na Casa Semifusa na Rua Cataguases, 73 – Sevilha B – Ribeirão das Neves. Mais informações em nosso whatsapp: (31) 9 9589-8966





60 visualizações0 comentário

Semifusa comemora 13 anos de resistência cultural em Ribeirão das Neves


O Instituto Coletivo Semifusa que atua em Ribeirão das Neves desde o ano de 2019, comemora no próximo sábado (9) 13 anos de resistência cultural na cidade. O Coletivo é uma organização sem fins lucrativos que visa democratizar o acesso aos bens culturais, reforçando o sentimento de pertencimento à Ribeirão das Neves. Formado por moradores da periferia da cidade, o grupo realiza eventos culturais, além do levantamento e pesquisas a respeito de bens e manifestações já existentes na cidade. O Coletivo surgiu em 2009, quando um grupo de músicos, incomodados com as pautas negativas que eram atribuídas a Ribeirão das Neves e o estigma de se tratar de uma “cidade dormitório”, se reuniu para mobilizar a cidade e conseguir pautas positivas nos meios de comunicação. Na época, o imaginário popular era de que o município não possuía uma produção cultural nem opções de lazer disponíveis para seus habitantes. Um ano após sua criação, o Coletivo passou a integrar a Rede Fora do Eixo de Coletivos, e participava da teia de grupos que se conectavam em todo o país.

Dentro deste conceito de enfatizar os pontos positivos da cidade, o Semifusa criou uma série de eventos com a perspectiva de dar oportunidade aos artistas locais para se apresentarem. Foi assim que surgiram vários projetos ao longo de mais de uma década da iniciativa e que ocorrem periodicamente na cidade: Festival Pá na Pedra, Festival Neves Encena, Sarau no Ribeirão, Encontro de Compositores, Feira das Artes, Seminário Metropolitano de Estudos sobre a Periferia e Grito Rock, todos pautados pela discussão sobre pertencimento e a perspectiva cultural da cidade.

Além dos eventos, em 2012 foi criada a campanha "O que você sabe sobre Neves?”. O projeto começou com o intuito de questionar os moradores sobre o que eles realmente sabiam sobre a cidade, baseado na campanha “Y tu, ¿que sabes de Bogotá?" realizada na cidade colombiana. Para além dos questionamentos, era preciso dar visibilidade a pontos positivos da cidade. Desde então, o Coletivo realiza diversos trabalhos baseados em personagens importantes da cidade e elementos que ressaltam a imagem de Ribeirão das Neves de maneira positiva, seja por vídeos divulgados em redes sociais, visitas guiadas, etc.

Entre os exemplos trabalhados na campanha estão personagens pessoas de destaque nascidas na cidade, como Henfil, Piazza e o campeão de slackline Alisson Ferreira; a gastronomia rica da cidade; e bens naturais e culturais como a casa de cabeça pra baixo, a reserva natural da lajinha, a Irmandade Nossa Senhora do Rosário, entre outros.


Neste ano de 2022, o Coletivo deu um passo enorme em sua existência com a abertura da Casa Semifusa. Um espaço físico que oferece cursos na área cultural para a população nevense. O espaço oferece gratuitamente cursos de moda, capoeira, produção de clipes, dança contemporânea, produção de beat, empreendedorismo cultural, violão, teatro e hip hop, entre outras.


ANIVERSÁRIO DO COLETIVO


O aniversário do Coletivo será realizado na sede, rua Cataguases, nº 73 – Bairro Sevilha B, Ribeirão das Neves, a partir das 19h. E terá a apresentação dos músicos Johnny Utrinka e Gui Ventura. Gratuito e aberto a comunidade!

Gui Ventura é multiartista de Santa Luzia, em 2021 deu início aos lançamentos dos singles que compõe o seu segundo disco "Alguma Coisa Sobre o amor", trabalho no qual apresenta canções de amor vestidas ao som de uma MPB que faz um diálogo sutil com o R&B e o Neo Soul. Em 2021 foi um dos destaques da cena mineira e nacional se apresentando em palcos e importantes, como da Virada Cultural de Belo Horizonte, Tum Sound Festival em Santa Catarina, SESC Palladium, Vencendor do 1º Lugar no Festival Todos os Sons, além de ser um dos artistas selecionados para os pitch da SIM São Paulo e Festival Timbre. Em Junho lançará mais um single/clipe que integra seu atual projeto " Alguma Coisa Sobre o amor".


Johnny Utrinca é cantor, compositor e instrumentista, nascido e criado em Ribeirão das Neves onde formou sua banda aos 15 anos. Desde então, participou de outros projetos como banda Utrinka e Johnny Utrinka and Band com releituras, covers e canções de própria autoria. Atualmente está produzindo seu primeiro trabalho solo e se apresentando como músico solo voz e violão com repertório composto por clássicos do rock nacional e internacional, pop rock e MPB.


Serviço: Aniversário do Coletivo Semifusa

Data: 9 de abril de 2022

Horário: 19h

Local: Rua Cataguases, nº 73, bairro Sevilha B – Ribeirão das Neves

Mais informações nas redes sociais: @coletivosemifusa @casasemifusa

Whatsapp: (31) 9 9589-8966





14 visualizações0 comentário
bottom of page